Notícias Saúde Mental
Base Científica e Publicado em Revistas e Jornais da Especialidade
Poderá o Stress levar ao Vício do Facebook?

Vários utilizadores da rede Facebook, foram inquiridos sobre quanto tempo gastam em média diariamente ao utilizar esta rede social e como se sentem quando não podem estar online.

Os amigos nas redes socias podem ser uma ótima fonte de conforto durante o período de stress. No entanto, se não receberem nenhum suporte, ou seja, estar e ter suporte offline, os utilizadores mais stressados correm o risco de desenvolver uma dependência patológica nas redes sociais – o chamado vício do Facebook.

Para este estudo, os pesquisadores avaliaram os resultados da pesquisa online realizada por 309 utilizadores do Facebook entre 18 e 56 anos de idade.

"Convidamos especificamente alunos a participar da pesquisa, pois estes geralmente experimentam um alto nível de stress por uma série de razões ", explica Júlia Brailovskaia.

 

Alunos sobre stress

Os estudantes são frequentemente pressionados para ter sucesso. Muitos deixam as casas das suas famílias e as suas convivências sociais, pois começam a ter novas responsabilidades, tais como administrarem uma casa pela primeira vez e estão ocupados a construir novos relacionamentos.

 

As perguntas dos pesquisadores ajudaram a deduzir o nível de stress, bem como permitiram quantificar quanto apoio social os participantes recebiam offline e online. Além disso, os usuários foram inquiridos sobre quanto tempo gastam no Facebook diariamente e como eles se sentem se não podem estar online.

 

Um círculo vicioso

Os sintomas de dependência, passam pelos utilizadores necessitarem de usar as redes sociais, neste caso o Facebook, como uma necessidade e não como uma distração. O comportamento patológico, por sua vez, afeta a vida offline de cada utilizador viciado. "Esse aspecto deve ser levado em consideração ao tratar uma pessoa com uma adição patológica - ou suspeita de adição patológica - ao Facebook", dizem psicólogos.

Os indivíduos que não recebem atenção quando estão off-line, correm um maior risco de desenvolverem uma adição às redes sociais.

Fontes:

Este é o resultado de um estudo realizado por uma equipe do Centro de Pesquisa e Tratamento da Saúde Mental na Ruhr-Universität Bochum (RUB), na Alemanha, liderado pela Investigadora Dra. Julia Brailovskaia. O grupo publicou suas descobertas na revista Psychiatric Research em 13 de maio de 2019.

 

https://news.rub.de/english/press-releases/2019-05-28-psychology-how-stress-leads-facebook-addiction

AlertaMente: Associação Nacional para a Saúde Mental

Organização Sem Fins Lucrativos | NIPC: 514877430 | CAE Principal: 94995

© 2018 alertamente.org

All Rights Reserved​