Notícias Saúde Mental
Base Científica e Publicado em Revistas e Jornais da Especialidade
Com uma taxa de sucesso de 64% na redução de risco de desenvolvimento da doença:
Laboratório desiste de investigação no âmbito da prevenção do Alzheimer

Laboratório farmacêutico nos EUA desistiu de investir da investigação devido aos custos elevados e decidiu não revelar os resultados de que o medicamento poderia prevenir a demência. A Denúncia foi feita pelo jornal norte-americano The Washington Post.

Depois de ter sido feita a investigação a centenas de milhares de cérebros, uma equipa de investigadores da Pfizer, descobriu em 2015 que um dos medicamentos mais vendidos da empresa, o Enbrel, um potente anti-inflamatório usado no tratamento da artrite reumatoide, poderia reduzir o risco de desenvolver Alzheimer em 64%.

Confrontada com a informação dada pelo jornal norte-americano, a empresa farmacêutica, confirmou ter desistido de continuar a investigação, que exigia mais testes e ensaios clínicos de custo elevado, decidindo, depois de um debate interno, que não iriam divulgar os resultados.

"O Enbrel poderia potencialmente prevenir, tratar e retardar a progressão da doença de Alzheimer", disse o documento, uma apresentação de slides do PowerPoint que foi preparada para revisão por um comitê interno da Pfizer em fevereiro de 2018.

 

Em Portugal, estima-se que a incidência da doença atinja cerca de 200 mil pessoas. No mundo inteiro serão mais de 47 milhões.

Background

A doença de Alzheimer foi identificada pela primeira vez em 1906 pelo psiquiatra e patologista alemão Alois Alzheimer.

Em países desenvolvidos, é uma das doenças com maiores custos sociais e económicos. Por exemplo, para os cuidadores a doença tem um custo significativo a nível social, psicológico, físico e económico.

Diagnostico Precoce & Sintoma 

O sintoma inicial mais comum é a perda de memória a curto prazo. Muitas vezes, os primeiros sintomas são confundidos com o processo normal de envelhecimento ou manifestações de stresse. Por isso, a Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta cada vez mais para a necessidade de um diagnóstico precoce.

 

Fontes:

https://www.washingtonpost.com/business/economy/pfizer-had-clues-its-blockbuster-drug-could-prevent-alzheimers-why-didnt-it-tell-the-world/2019/06/04/9092e08a-7a61-11e9-8bb7-0fc796cf2ec0_story.html?noredirect=on&utm_term=.eb6fc5dffe39

https://www.dn.pt/vida-e-futuro/interior/alzheimer-pfizer-escondeu-que-tinha-medicamento-para-prevenir-doenca-10982538.html

AlertaMente: Associação Nacional para a Saúde Mental

Organização Sem Fins Lucrativos | NIPC: 514877430 | CAE Principal: 94995

© 2018 alertamente.org

All Rights Reserved​